Na surdina

Quando eu quero cantar

Não há quem possa despertar em mim

Alguma outra emoção melhor

Para o meu coração

Então me ponho a repetir

Seu nome assim

 

Assim com ares de quem sabe

O que vem por aí

Fale de mim para ninguém

Melhor assim pra ti também

O que acontece por aqui

Só cabe a nós

 

Vem

Mas vem bem de mansinho

Pisa bem de fininho

Que é pra gente se amar em paz 

Vem

Mas vem sem cochichar

Que eu também hei de olhar

Pela fresta pra nos poupar

Quando eu quero cantar

Não há quem possa despertar em mim

Alguma outra emoção melhor

Para o meu coração

Então me ponho a repetir

Seu nome assim

Feliz

Anúncios
Na surdina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s