Bia ia

Bia ia

E nunca mais voltava

E nunca mais sabia

Se ela se ancorava

Numa idéia vazia

Ou se era estampada

Numa parede fria

De cores caladas

Bia via

Que era madrugada

Que era quase dia

E já não prestava

Seu relógio lia

Uma breve soada

E Bia em agonia

Inda estava atada

Bia lia

Nada como estava

Letras em folia

Tintas rabiscadas

Não eram mais frias

Nem organizadas

E em psicoldelia

Fechou a empreitada

Anúncios
Bia ia

Um comentário sobre “Bia ia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s