Samba Para uma Mulher Paulista

Se você quiser
Eu posso não gostar do Rio
E posso não querer o frio
Mas também posso, se você quiser

Se você quiser,
Posso achar um cachecol
Para usar quando faz sol
Também não posso, se não quiser

E você vai ver
Me desmereço por inteiro
E posso, cego, até achar
Uma flor pelo seu cheiro

Vai ver
Desapareço em meu enterro
Para esperar velar-me só
Com uma flor e um grande erro

Se quiser carinho
Posso fazer devagarzinho
Te agarrar pelos cabelos
No escurinho, nu em pêlo

Ou sob a luz do luar
Te fazer berrar meu nome
E sussurrar um “eu te amo”
Enquanto o sono te consome

Mas não me peça
Pra largar meu violão
Que eu morro de promessa
Pois não vivo sem canção

Por favor não peça
Pra largar o violão
Pois que a vida emudeça
Mas não vivo sem canção

Anúncios
Samba Para uma Mulher Paulista

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s