Dia de Cão

Tá na pior
Tá na sargeta, às escuras
Tá com nada,
Tempo tem pra acalmar qualquer fissura

Desce a ladeira
Pois tá sem eira nem beira
Bate toda essa poeira
Ainda é segunda-feira

Cai a tardinha
Toma todas, vai pra casa
Bate o carro na pracinha
Já tá expelindo brasa

Pega um cigarro
E o maço tá sem cigarro
Fumou tanto, deu pigarro
Tosse tanto
Sai catarro

Chega uma carta
Com uma ordem de despejo
Faz um último desejo
Olha pra cima e infarta

(10/05/2006 – E ainda persiste)

Anúncios
Dia de Cão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s